Ads Top

Cristóvão Colombo pode ter encontrado canibais ao chegar na América

Como todos sabemos, Cristóvão Colombo, navegador e explorador da Itália, chegou à América Central, em 1492. Toda a sua viagem foi documentada por meio de cartas. Nelas, o explorador descreveu um grupo de canibais, que habitava a América do Sul. De acordo com os documentos, o contato, entre o explorador e os canibais, ocorreu durante o tempo em que esteve por aqui.

Mesmo com tais relatos, especialistas refutaram o fato. Para os pesquisadores, naquela época, tais indivíduos não poderia existir.

A nova versão

Os relatos de Colombo, ao que parece, estavam certos. E como isso é possível? Bom, pesquisadores encontraram recentemente crânios na região do Caribe. Ao todo, 100 crânios foram analisados. Graças a uma nova descoberta, os pesquisadores perceberam que os relatos sobre sequestradores e canibais, feitos pelo explorador, eram verdadeiros.

Os fósseis, que foram encontrados, indicam que um grupo indígena sul-americano, conhecido como os Caribs, de fato, invadiu as ilhas em 800 d.C., ou seja, muito antes do que se imaginava. Por meio de análises, descobriu que a tribo invadiu o Caribe e outras áreas da costa da América do Sul, entre 800 a 1542 d.C..

De acordo com um dos relatos de Colombo, os Caribs praticaram canibalismo nos pacíficos arawak e outras tribos locais. Com ataques brutais, realizados durante essa expansão de tempo, os Caribs comiam a carne dos inimigos conquistados. O ato de canibalismo, nesse ínterim, era uma forma de demonstrar poder.

A equipe de especialistas, que analisou os fósseis, é composta por pesquisadores de universidades dos Estados Unidos. Além de descobrirem que Colombo estava certo, a equipe revelou também uma característica específica dos crânios dos Caribs.

Tal característica aponta que, naquela época, esse grupo de canibais achatava os crânios das crianças. A prática, analogamente, forçava os crânios a assumir um determinado formato.

A equipe de pesquisadores

A recente descoberta, realizada pelos pesquisadores, foi publicada na revista Scientific Reports. Por meio das análises, a equipe revelou também, além das duas invasões já estabelecidas nas ilhas do Caribe, que houve ainda uma terceira.

E o que há de relevante em tal descoberta? Praticamente, tudo. Inicialmente, acreditava-se que os Caribs tinham invadido as ilhas apenas 100 anos depois da chegada dos espanhóis. Com as descoberta, a história, agora, ganha outra versão. Uma mais atualizada e menos vaga, digamos assim.

As duas primeiras invasões foram feitas pelos colonos do Caribe. Na primeira invasão, os colonos vieram de Yucatan e, em seguida, moveram-se por Cuba e pelas Antilhas do Norte. Já a segunda invasão foi feita pelos arawak, também colonos do Caribe. Estes, surgiram em Cuba e nas Bahamas, entre 800 e 200 a.C..

Com a mais nova descoberta mostra, a terceira invasão aconteceu com a tribo dos Caribs. Por volta de 800 d.C., a tribo avançou pelo norte, para a Hispaniola, Jamaica e depois Bahamas. E foi exatamente ali onde estavam, que Colombo chegou.

“A análise não apenas revelou três grupos distintos de pessoas do Caribe, mas também suas rotas de migração”, disse um dos pesquisadores participante.  “Passamos anos tentando provar que Colombo estava errado quando ele estava certo. Agora, teremos de reinterpretar tudo o que pensávamos que sabíamos”. 

Essa matéria Cristóvão Colombo pode ter encontrado canibais ao chegar na América foi criada pelo site Fatos Desconhecidos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.